Trabalhe Conosco

A 1a fase da 1a etapa do projeto Expedição Villas-Bôas começará na Ilha de Marajó - PA no início do ano de 2011.

Estamos convidando ongs, oscips, universidades, profissionais e voluntários  em diversos segmentos socioambientais  para comporem nossa equipe de expedicionários desta 1a fase.

A Ilha de Marajó, que possui o título de maior ilha fluviomarinha do mundo, uma ilha de grandes proporções e importância ambiental é quase desconhecida da população brasileira, é cercada pela foz dos rios Amazonas e Tocantins e boa parte de seu território passa o ano todo debaixo da água.

Faz parte da Amazonia Legal e sua extensão insular de 60.000km2 abriga uma população com um dos menores IDH (índice de desenvolvimento humano) do Brasil.

Novas leis ambientais promoveram o desemprego de mais de 11mil pessoas que se somaram às que já se encontravam abaixo da linha de pobreza, resultando num grande número de  pessoas carentes de água potável, saneamento básico, segurança, identidade social, cultura formativa, saúde, renda e esperança.

Nós da FVB, pretendemos executar projetos investigativos e pontuais através desse esforço conjunto, conscientizando, informando, desenvolvendo opções de fontes de renda, formando multiplicadores, com base no desenvolvimento sustentável e seu tripé social-econômico-ambiental.

Venha fazer parte dessa equipe !

 

 

 

 



Ongs Internacionais

O governo brasileiro está se preparando para expulsar entidades não-governamentais internacionais que sejam consideradas uma ameaça à segurança nacional e vai restringir o acesso de estrangeiros a propriedades na Amazônia, disse em entrevista à Reuters o secretário nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior.

ONGs estrangeiras tiveram que fornecer ao governo, até o início de fevereiro, detalhes de suas operações e efetuar seus registros junto a autoridades, incluindo a Polícia Federal. Apenas 90 entre centenas de entidades estrangeiras cumpriram as exigências.

"Estamos planejando uma atuação da Polícia Federal, fiscalizando estas organizações que não se cadastraram para ver se elas já estão saindo ou se permanecem na clandestinidade, e aí vão ser fechadas", disse o secretário de Justiça em entrevista na segunda-feira (9).

O governo acusa alguns grupos de espionagem industrial de prejudicar a cultura dos índios nativos e de biopirataria - roubo de plantas medicinais para uso farmacêutico.

O secretário afirmou que a Polícia Federal tem provas de que ONGs estrangeiras desrespeitam a lei, mas não deu nenhum detalhe. No passado, muitas já foram expulsas do país sem julgamento adequado, segundo ele.

Para os que que criticam a medida, a ação do governo contra os estrangeiros seria uma reação à crescente pressão internacional para que o país reduza o desmatamento na Amazônia.

"A gente quer parcerias, quer sócios. Não queremos que alguém suponha que a terra não é nossa. Às vezes, nesses discursos, há pessoas que passam da conta - 'A Amazônia é do mundo, não é do Brasil não'", afirmou Tuma Júnior. "A Amazônia é do Brasil, a Amazônia é nossa."

"Soberania nacional"

O secretário afirmou ainda que o governo está trabalhando numa lei para restringir a propriedade de terras por parte de estrangeiros na Amazônia.

Fazendeiros de algumas regiões reclamam que a aquisição de terras por estrangeiros fez aumentar o preço dos terrenos. Alguns parlamentares chegaram a denunciar que entidades internacionais de conservação estavam vendendo terras na Amazônia pela Internet.

Tuma Júnior disse que há "uma vontade política do governo de restringir, de criar efetivamente um controle" da propriedade de terras. "É uma questão de soberania nacional", afirmou.

Segundo o secretário, o objetivo é permitir investimentos produtivos, mas proibir a especulação da terra por parte de estrangeiros. "Você tem que achar um equilíbrio. Há grandes empresas que querem investir, se estabelecer aqui. Tem que se criar um mecanismo que possibilite quem é sério e impeça quem é ilícito, criminoso e irregular."

Segundo as novas determinações, cientistas estrangeiros que forem visitar comunidades indígenas na Amazônia agora terão de pedir autorização ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico eTecnológico (CNPQ, do Ministério da Ciência e Tecnologia). No entanto, muitas ONGs com financiamento internacional são formadas por profissionais brasileiros.

"Essas medidas se aplicam a todas as ONGs, mas afetam mais as estrangeiras, porque elas não eram registradas", afirmou.

Fonte: Globo Amazônia

MOGI GUAÇÚ

Nosso expedicionário virtual APROMA, faz a seguinte questionamento.

 

Olá, A APROMA vem há muitos anos lutando na preservação do no rio MOGI GUAÇU, que segundo historiadores, significa GRANDE RIO DA COBRA, o nosso diretor: Antonio Pereira é português naturalizado brasileiro e sempre se deixou fascinar pelas muitas histórias que se conta sobre o rio, artefatos indígenas datados de 1600 anos como igaçabas, potes cerâmicos, que segundo cientistas franceses que vieram para pesuisá-los, disseram se tratar de povos primitivos demais para que fossem capazes de realizar técnicas tão complexas. Na cidade vizinha de MOGI MIRIM, RIO PEQUENO DA COBRA, eólitos datados de 9 mil anos foram encontrados ás margens de pequeno rio. Seria essa mais um dos caminhos encontrados as margens de pequeno rio. Seria essa mais um dos CAMINHOS DAS TERRAS SEM MALES?  Os CRÓ – MAGNOS já teriam descobertos estas terras antes da grande inundação?

 

Não respondeu ás minhas questões sobre os indígenas paulistas. Posso colocar em minhas conclusões que você também concorda que os guaranis seriam descendentes incas?

 

RESPOSTA:

Prezado amigo

Recorri a nossa parente e irmã Liana Utinguassu, descendente de Gurani e estudiosa nas ancestralidades.
Se tiveres algo mais a acrescentar me avise.

Pesquisa Ee resposta de LIANA UTINGUASSU, Coordenadora da Célula Comunidade indígena da Fundação VILLAS-BÔAS.

 

Boa Noite Paulo,

Desculpe, só  consegui  ver  agora  este  questionamento.

Sem pretensões aqui, em saber  ao certo, lhe  direi o que venho vivenciando direta  ou indiretamente, além de  fontes  de  pesquisa  que me  apóio. VEJA  ESTE TEXTO DE  CARLOS BRANDÃO NO SITE YVY KURAXO.

http://yvykuraxo.org.br/CMS/index.php?option=com_content&task=view&id=28&Itemid=28.Se  não conseguir abrir, entre  em www.yvykuraxo.org.br e  clique em textos/informação. E  sugira  ao nosso  Internauta  entrar  em nossa  Rede Paulo: http://yvykuraxo.ning.com/

 

 

Vamos  aos questionamentos.

A Origem do nome do Rio Mijiguaçu vem do  Tupi-Guarani ,vem do tupi M'Boiji (ou M'Boîj), Rio das Cobras .

Ao longo dos anos, a grafia M'Boijy foi alterada para Boigy, depois para Mogy, Mogi e finalmente para Moji.

Estes  artefatos, datam de  1600 e  vestígios de   nações  antigas de  9 mil anos, então imagine!!

A região de  Sorocaba ,após  pesquisas  feitas  pelo Museu de  Sorocaba, descobriram realmente  consideráveis vestígios de  aldeias  indígenas nesta  área.O que  este  internauta  coloca, ele deve ter  também se  fundamentado nas  mesmas  informações  dispostas   nos  registros histórico-Culturais  existentes.

 

Agora, vamos a questão da  Terra Sem Males(Yvy Marãe'y)..que é bem mais complexo, em se  tratando da  Cosmovisão Guarani.

É preciso que se  entenda que A TERRA SEM MALES, situada  em princípio ao Leste do oceano Atlântico, ao que  se  pensa  ser um local, é  mais que  possa  parecer..Também  há  ,hoje em dia, algumas  visões  divergentes  entre  alguns Parentes, porque  eles  alegam que esta  colocação acaba  desfavorecendo as  próprias  reinvindicações deles  com referência ao Sagrado do território Guarani. Já escutei lideranças  colocarem que  o Não Indígena não entende esta  colocação sobre a terra Sem Males e  pensam que  o Guarani busca algo que Não existe aqui, e  nisto, eles  estariam em desvantagem  com  o viver neste mundo, buscando algo em outro entendes?

 

Estou aqui, compartilhando  testemunhos do que vivenciamos, NÃO UMA VERDADE ABSOLUTA , tampouco falando pelos nossos avós.

Mas, dentro da  cosmovisão Guarani, a Terra Sem Males é muito mais que UM PONTO, UM LOCAL..(Paraíso na Terra depende de  muitas  coisas  não??)

É preciso percorrermos  alguns caminhos para  começar a entender um pouco da  forma de  ser e  viver do Guarani, que é bastante profunda  em sua Espiritualidade sobretudo. É  UM CAMINHO..a  Noção de  tempo é bem outra.

 

Não sei  se  posso  tecer  algum comentário definitivo sobre  estas  relações  dos   primeiros seres humanos modernos: O Homem de Cro-Magnon ( 35,000- 10,000 anos atrás). Agora, é  sabido  que  os Guarani tem história datada de  5.000 anos A.C. Há sambaquis  encontrados  em regiões   por exemplo de  SC, que datam de  4.800 A.C, então  imagine  que nossos  Ancestrais tinham muitos registros e  têm.

Pessoalmente, pesquiso também e tenho razões para crer que  os Guarani percorreram longos caminhos, como conta YARA MIOWA em um livro chamado  "CIRCULO DO SOL" que  trata justo destas  trilhas  que  fizeram os Guarani  chegar  também  ao Oriente.

Quanto a relação deles  com os Inkas, posso  dizer que  há  sim uma  conexão, pelo fator da  relação destas  comovisões  e  a  propria relação com a Terra Sem Males que  faria  com que os  Guarani percorressem as  Américas  para  então chegar  "neste local".
",Mas não  apenas  por este  fator.

 

Existe mesmo a hipótese de que o Peabiru tenha sido uma criação inca, visando à ampliação do império inca até o Oceano Atlântico, projeto este que teria sido posteriormente abandonado. Os próprios tupi e guarani creditam a construção do Peabiru ao ancestral civilizador Sumé.O  Peabiru, (caminho) que ligava o litoral brasileiro à Cordilheira dos Andes através dos atuais territórios do estado brasileiro do Paraná, do Paraguai e da Bolívia era muito utilizado pelos tupi e guarani para manter contato com o império Inca, que era reverenciado como uma civilização superior, capaz de ensinar muitas coisas, como por exemplo técnicas de construção civil e variedades de milho..Ainda  hoje   vemos  o milho AVATI, presente   nestas  regiões, Peru, Bolívia na América  do Sul ..no Brasil, é o Milho sagrado que os Guarani igualmente   plantavam e  plantam.Há muitas  semelhantes  entre  estas  Nações ,seus cultos, mitos,relação  com Sol (Taita INTI)  com os Mundos..etc...Inclusive   interpretações  com  leituras   associativas  ao reino Animal( serpente, Puma, Condor, Águia..)mudam alguns detalhes   de  região para região, mas   os elos existem em síntese.

 

Sempre  que alguém nos questiona  sobre  estes  assuntos, sugerimos que  pesquisem também, pois  Não temos a pretensão de   dar respostas  definitivas  sobre  algo tão  profundo e  complexo.Não falamos  pelos  anciões, escutamos eles.

 

Existem muitos registros que Não são escritos, apenas  falados..e  outros que Não  ousamos dizer, por RESPEITO aos nossos Ancestrais , avôs e avós.

Pessoalmente  sigo caminhando  e  disponibilizamos em nossa  Rede muitas  informações  sobre  o NHANDEREKÓ MARANGATU, modo Honrado e  Divino de SER GUARANI. Seja Mbyá, Nhandeva, Kaiowá..Chiripá.

Vivi e  convico  com Parentes  Andinos, em viagens  que  fiz a Bolivia e Peru e  testemunhei muitas  semelhanças  entre  estas Nações(Aliás, temos Guarani desde  a  costa  do Atlântico até   Bolívia),Se  formos  pesquisar..encontraremos semelhanças  enormes  entre  os Egípcios, Astecas, Maias, Toltecas, Olmecas..Guaranis..São Civilizações  Solares, com certeza e  isto daria  aqui, uma dissertação enorme..então  preferimos Não  FALAR MUITO e  sim SENTIR E  VIVER..Claro, pesquisar  faz  bem, conhecer faz  bem, mas  Trilhar o seu caminho é  imprescindivel.

Abraço Fraterno

Espero ter  auxiliado

SE  ELE DESEJAR  ADQUIRIR  LIVROS, PODEMOS RECOMENDAR  ALGUNS..

Um em especial:

YVY POTY YVA'A-Flores e Frutos da Terra ( Cosmovisão Guarani) .O livro que Publiquei (O CHAMADO DA  TERRA) é mais um testemunho de  caminho, mas  fica   à  disposição..também.

Liana Utinguasú

 

NOSSO BLOG - BOAS VINDAS EXPEDICIONÁRIOS

NOSSO BLOG

Esta é a mais recente novidade do Portal Expedição VILLAS-BÔAS pelo Brasil.

Sabemos que as pessoas que apóiam nosso projeto querem participar com sugestões, matérias não somente cientificas, mas com sugestões de como podemos respeitar o MEIO AMBIENTE, aqui pode tudo, queremos dizer quase tudo, não admitiremos postagens ofensivas, propagandas políticas e partidárias e outros que possam denegrir a nossa imagem.

O Blog foi idealizado pelos nossos coordadores de projetos e expedicionários para explicitar nossos projetos e postarem notícias de nossas ações e reunir aqueles que se preocupam com a qualidade do meio ambiente e se comprometem a conservá-la, aplicando o verdadeiro conceito de DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.

Vamos trocar idéias, sugestões e críticas sobre novas soluções de GESTÃO AMBIENTAL (coleta seletiva, reciclagem, educação ambiental, despoluição, manejo, conservação, etc). O conceito de Desenvolvimento Sustentável é, normalmente, definido como o desenvolvimento que procura satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazerem as suas próprias necessidades.

É possibilitar que as pessoas, agora e no futuro, atinjam um nível satisfatório de desenvolvimento social e econômico e de realização humana e cultural, fazendo, ao mesmo tempo, um uso sistemático com respeito as Leis, o internalta poderá também usar a Comunidade virtual e colocar tópicos de discussão, poderemos trocar muitas idéias.

Boa Sorte e bom relacionamento

Meu Primeiro Post

Bem vindo ao meu blog,

 


       Esse é o meu primeiro post aqui, só para testes o que e como funciona.

 

       Mais pra frente vou postar matérias por  aqui.

 

       Um abraço

 

     Leandro Villas Boas