2011

Compartilhe...

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

2011

 

Procuro espelhar-me no ex-vice-presidente da República do Brasil José de Alencar, que não entrega os pontos para a doença que mais atemoriza o homem nos tempos atuais, o câncer.

MOTIVAÇÃO

“MOTIVAÇÃO para a vida, MOTIVAÇÃO para os ideais, MOTIVAÇÃO para continuar trabalhando por aquilo que sonhamos e queremos realizar.”

“A força do homem que quer vencer está no seu estado de espírito. O pensamento positivo é o remédio para vencer as doenças do corpo e da alma. Cada qual alimenta sua doença quando perde sua motivação e seu pensamento positivo para viver e vencer.” (José de Alencar)

Nesse primeiro dia do ano quero motivar-me, ter esperança nos projetos e ideais que estou disposto a realizar, (agora com uma grande equipe). Desde os anos 70 quando me alistei no Exército Brasileiro na cidade de Campo Grande, na época Estado do Mato Grosso, a 994 km da capital de São Paulo para ficar mais próximo do Parque Nacional do Xingu, sonho com os ideais que acreditamos que é servir e prosseguir.

Os anos passaram, mas o anseio e a vontade de realizar o que foi construído primeiro pelos desbravadores dos sertões, dos anos 40 a 70, depois pela simplicidade de um homem que usava gravata borboleta com ternos de linho e relógio de ouro, mas nunca negou suas origens do homem interiorano, após quebrar seu relógio sem ver o tempo passar percorreu os rincões desse imenso país querendo conhecer a identidade dos brasileiros, a simplicidade e o calor humano daqueles que o recebiam, meu pai. Todos já não pertencem mais a esse plano espiritual, mas com certeza estão me guiando. Para mim o número “1” do ano 2011, será o número do recomeço com grandes realizações.

Todos os brasileiros no inicio de um novo governo renovam a esperança em mudanças, esperam que os discursos não sejam evasivos. Promessas que vão ao encontro daqueles que esperam realmente por um Brasil mais justo e mais fraterno.

A Fundação VILLAS-BÔAS, agora mais solidificada, com uma instituição formulada em Paris – França “ENFANTS D'AMAZONIE” “Infância da Amazônia”, sai do discurso para sua realização.

Começamos pela Ilha do Marajó, marco inicial do trabalho sonhado por décadas e décadas, simbolizará todo o país, todas as regiões que são esquecidas pela falta de riqueza econômica, por aqueles fragilizados, embora inseridos na Carta Magna.

Focaremos nossos esforços trabalhando com profissionais de alto conceito em suas áreas e também de jovens recém formados desprovidos de vaidades, com ideais e disposição para transformar essa nação. A maior mudança é a de atitude e começa por nós mesmos.

Elencamos projetos âncoras como:

-    SAÚDE RIBEIRINHA: ações como aleitamento materno, combate à mortalidade infantil e ao raquitismo daqueles que sobrevivem pela generosidade da terra e sem o conhecimento da boa e saudável alimentação,


-    PREVENÇÃO BUCAL: as doenças bucais são responsáveis por várias doenças sistêmicas, mas fáceis de serem evitadas com medidas simples e efetivas.

-    COMBATE A MALÁRIA: doença epidemiológica, cada vez mais forte devido ao avanço do desmatamento, deixando cada vez mais vulneráveis as populações que vivem em condições precárias de habitação e saneamento, por próprio relaxo do homem.

-    EDUCAÇÃO SEXUAL: requer orientação sobre sexo seguro, sobre os riscos de uma gravidez na adolescência, implica em planejamento familiar, mas não há como esquecer da pobreza e da perda de valores familiares que acabam facilitando a prostituição, em especial a infantil e a violência sexual doméstica.

-    VERDE LEGAL: Exploração do extrativismo legal, hortas comunitárias, orientação às cooperativas existentes, criação de novas cooperativas, orientação para obtenção do selo de qualidade, orientação para a comercialização nacional e internacional, Geração de renda para o povo e aumento de arrecadação para os municípios. Qualificação para mais de uma atividade econômica para que as famílias tenham mais opção de renda

-    EDUCAÇÃO AMBIENTAL: promover o equilíbrio entre o homem e a natureza através de oficinas de Educação Ambiental.

-    ECOSSANEAMENTO : várias ações junto as famílias da Ilha do Marajó como a potabilização da água familiar por desinfecção solar e pirâmide, instalação de banheiros ecológicos nas escolas, casas ribeirinhas, rurais, oficinas de ecossaneamento, conscientização das comunidades quanto a qualidade e conservação  da água, higiene e a relação com a qualidade de vida e proteção ao ambiente da contaminação de excrementos não tratados.

-    POLO MARITUBA : laboratório de sementes e mudas em uma área de 25.000 m2, a Fundação VILLAS-BÔAS com todos os seus parceiros se concentrará na implantação de um projeto de neutralização de carbono, com o propósito de preservar o meio ambiente e recuperar o equilíbrio ecológico das regiões, sem perder de vista a sustentabilidade econômica que será proporcionada pela implantação da recomposição nativa e frutífera nativa exclusiva da região amazônica. E dando a chance de todo o homem de bem do mundo contribuir com esse projeto ficando sócio da Fundação. O sócio terá uma árvore plantada na floresta Amazônica, tendo o georreferenciamento de sua árvore com o seu nome simbolicamente batizada, saberá também o nome cientifico e popular da árvore plantada e ai dizemos SEU CORAÇÃO BATENDO NA AMAZÔNIA.

E o que consideramos o marco de transformação de um povo que se tornou a menina dos olhos da Fundação VILLAS-BÔAS:

-    EDUCAÇÃO E CIVISMO: É na profissão de professores de qual nível for, lá esta o conhecimento e a transformação de um povo, pois sem eles nada muda, mesmo com todos os nossos esforços das ações anteriores. A Fundação VILLAS-BÔAS traz o Combate ao Iletrismo e Analfabetismo, treinamento didático para professoras informais de classes multisseriadas, metodologia adaptada ao cotidiano das comunidades marajoaras  e estímulo a leitura  através da biblioteca Kurumim. Esse projeto deixará nossa marca registrada. O símbolo da Fundação VILLAS-BÔAS estará nas pequenas bibliotecas equipadas com móveis como estantes, escrivaninhas mesa de atendimento e o mais importante 1500 livros novos e usados, com brinquedos didáticos, gibis e outros estímulos de leitura e o despertar ao conhecimento de contar e escrever suas histórias e estórias, poesias, músicas, folclores que serão transformados em livros, pois um país sem cultura sempre será um país em constantes turbulências.

Quem não sonha não realiza. Quem não se MOTIVA entrega-se ao fracasso e alimenta ainda mais aqueles que desejam o seu insucesso e mata definitivamente seus anseios.

Como é bom ter sonhado. Como é bom continuar sonhando. Como é bom ter vivido com persistência e perseverança para um dia conquistar o realizável que apenas esta começando, sem frustrações.

Como é bom estar ladeado de pessoas intelectuais e do saber que acreditaram e acreditam que tudo é possível quando se unem num só ideal.

Desejo e retribuo aos diretores, coordenadores, colaboradores, voluntários, expedicionários e todos os demais que acompanharam e acompanham e são simpatizantes da causa:  votos de sucesso, saúde, prosperidade e alimento de positivismo em seus pensamentos, pois somos aquilo que acreditamos.

 

Paulo Celso VILLAS-BÔAS
Presidente da Fundação VILLAS-BÔAS

Logo_Fundao_no_rodap

www.fundacaovillasboas.com

www.expedicaovillasboas.com.br/evb

 

LOGO_ENFANT_DAMAZONIE

http://www.enfantsdamazonie.org/

Compartilhe...

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn