Visão

Compartilhe...

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Estamos convencidos de que sem mudanças no nosso estilo de vida não avançaremos em direção ao desenvolvimento sustentável. Há atitudes que cada um pode e deve tomar em sua vida pessoal, assim como devem ser estabelecidas possibilidades de políticas públicas de estímulo à prática do consumo consciente.

A inclusão social que caracteriza o socioambientalismo – juntamente com viabilidade econômica e conservação ambiental – significa a promoção de uma justa distribuição dos recursos materiais produzidos, e a participação efetiva das comunidades envolvidas na formulação das políticas ambientais que as afetarão e do modelo de desenvolvimento em que estarão engajadas.

A ótica realista e democrática do socioambientalismo é a única que pode simultaneamente preservar a Amazônia e oferecer ao seu povo oportunidades de melhores condições de vida. Não adianta nutrir a ilusão de que será possível preservar a Amazônia como um santuário, não se consegue preservar o meio ambiente apenas com proibições e fiscalização; é preciso construir maneiras de explorar a floresta sem destruí-la. A saída para o problema ambiental tem de ser também política, econômica e social, do contrário continuaremos a ser invadidos por essa “nova consciência verde” que não traz na prática, nenhum benefício ao homem.

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhe...

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to StumbleuponSubmit to TechnoratiSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn